fbpx

Ser gordo não é fácil, mas é bom demais!

Gordo passa uma boa parte da vida fazendo regime. Gordo esbanja alegria. Gordo tem uma paciência de elefante, pois sempre tem um chato querendo lhe oferecer um regime. Regimes absurdos! Gordo quer é comer bem… nada de regime.

Ora, sempre tem alguém para lembrar de que ele está gordo. “Nossa como você engordou!” “Você não tinha emagrecido?” Tortura! Alguns pensam que gordo é sinônimo de doença. Sempre aparece um chato a lhe dar uma receita de remédio. “- Tenho uma receita que…” Pior quando o chato de galocha diz: “- Tinha um amigo gordo igual a você que morreu de infarto.” E ainda enfatiza que você precisa emagrecer. Pergunta idiota não falta: “- Porque engordou tanto?” Ou observações óbvias: “- Você come muito.” Resta dizer: ser gordo é um estado de espírito.

Esse “nossa, como você engordou” dói na alma. O gordo se matando, fazendo aquele regime severo com poucas calorias e ter que ouvir que engordou! Tem gente que não tem desconfiômetro. Quando o gordo ouve esta frase ele fica a um passo da depressão. Tristeza total.

O gordo, quando faz regime, fica triste demais, perde a graça. Fica irritado com qualquer coisa. Olha para a comida e os olhos brilham. Come com os olhos. Depois o cheiro e depois o gosto. Come com prazer. O prazer em saborear uma comida é tão intenso que quem está em volta acaba sendo reduzido e em alguns casos abduzido. Risos.

Mas, ao contrário do que pensam alguns, gordo é só alegria. Gordo exagera até no sorriso. Exagera no amor. Exagera na carência. Penso que o gordo quer chamar a atenção pelo tamanho. Quer ser notado. Um carente de carteirinha.

Cada um tem seu jeito de chamar atenção, mostrar que está presente. Que existe! Outra pergunta inconveniente para os gordos: “- Como você faz amor com essa gordura?” Bisbilhoteiro! Não é da sua conta. Gordo é charme. Gordo é vida. O colombiano Fernando Botero enaltece as formas redondas dos gordos. Os renascentistas souberam valorizar os gordos. De uma coisa não se pode chamar um gordo: anoréxico.

Gordo sofre bulliying: Gordo. Rolha de Poço. Baleia. Elefante e todos os demais animais fortes do ecossistema, incluindo hipopótamo. O gordo esconde seus medos e ansiedade na comida. Outro comentário desagradável é aquele que todo gordo “tem o rosto lindo, mais o corpo…” Gordo é gente como todo mundo e tem seu jeito singular de lidar com seus sentimentos. Gordo é charmoso. Ser gordo é o que é.

Termino este artigo dando muita risada. Muita risada mesmo. Gordo gosta de viver com muito humor. Gordo usa seu tamanho como auto defesa. Um sorriso de gordo para todos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *