fbpx

Foi dada a largada para as eleições 2022

Sexta-feira foi dia de festa em Cotia. E aglomeração autorizadíssima. “Um dia histórico para a cidade”, fez questão de dizer o prefeito Rogério Franco (PSD) que recebeu o governado de São Paulo João Dória (PSDB) e arrastou uma multidão.

Era para ser apenas a liberação de uma verba para melhorias da Raposo Tavares para o Plano de Mobilidade, apresentado há cerca de 3 anos pela prefeitura. (Já falei sobre isso por aqui) mas virou um comício.

Eu estava lá. Foi meu primeiro evento público e com grande público desde que começou a pandemia.  Foi impossível não se aglomerar, por mais que eu tentasse. O “chiqueirinho” reservado para a imprensa estava menos cheio, mas até chegar a ele, foi um drama. Me senti muito desconfortável e sim, com medo de me infectar embora todos usassem máscaras. Eu usava duas. E já tomei as duas doses da vacina, embora ainda não tenha dado tempo suficiente para completar a imunização que ocorre 15 dias após a vacinação.

E vale ressaltar que pela primeira vez não vi o pessoal de Cotia tirar a máscara para discursar como costumam fazer. Enfim, descobriram que é possível ser ouvido mesmo de máscara.

Voltemos ao comício.

Várias faixas no entorno do evento desejam boas vindas ao governador. Mas talvez ele não tenha visto todas, pois veio helicóptero.

O palanque, montado em frente a prefeitura, estava lotado. E para que a festa acontecesse, o posto de vacinação covid mudou de lugar, foi para o complexo do Ginásio de Esportes.  Além do prefeito anfitrião Rogério Franco, tinham prefeitos das cidades vizinhas, vereadores, deputados, secretários…

O governador anunciou R$ 96 milhões para as obras da Raposo, mais R$ 25 milhões para estradas vicinais e ainda um restaurante Bom Prato para a cidade.  E ouviu o Rogério Franco o chamar de futuro presidente do Brasil.  ““Vou chamá-lo de futuro presidente da República. Eu sei que o senhor não pode, mas eu posso”, disse Rogério.

Que ele seria, ops, será candidato a presidente todos nós já sabíamos. Também não era difícil de adivinhar que Rogério Franco estaria nesse palanque. Agora, a pergunta que ainda não foi respondida e que nas rodas de conversas e até aqui nesse blog já foi pauta, é quem serão os escolhidos de Rogério Franco para as Câmaras Estadual e Federal? Será que Cotia terá seu próprio candidato ou de novo, terá que engolir um importado?

Façam suas apostas. Comentem aí embaixo.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *