fbpx

Cotia precisa de 40 mil doses de vacinas contra covid para imunizar público alvo

Até as 9h44 desta terça-feira (26), 1064 pessoas haviam recebido a primeira dose da vacina contra covid-19 na cidade de Cotia, segundo informou a Prefeitura de Cotia. As vacinas são oriundas da parceria entre o Instituto Buntantan, de São Paulo e a Sinovac, da China.

Entre profissionais da saúde, idosos (geral), indígenas e quilombolas, a expectativa é de vacinar cerca de 20 mil pessoas na cidade de Cotia, tendo como referência os números da campanha contra Influenza de 2020. Desse total, de 5 a 6 mil são profissionais da Saúde. Ou seja, para imunizar o público alvo na primeira fase, Cotia precisa de pelo menos 40 mil doses de vacinas, uma vez que são necessárias duas doses por pessoa.

Até o momento, a prefeitura recebeu 4.570 doses. O primeiro lote, da Coronavac, com 2,6 mil doses chegou no dia 19. Nesta terça (26) a prefeitura anunciou o recebimento de mas 1.970 doses da vacina proveniente da parceria AstraZeneca/FioCruz.

Cotia recebeu nesta terça-feira (26) 1.970 doses da vacina da AstraZeneca/FioCRuz (Divulgação)

Embora ainda não haja informações sobre quando receberá novas doses, a prefeitura informou que já montou uma programação para a campanha de vacinação na cidade. “Serão montados três polos de vacinação, nas três regiões da cidade: Cotia (que já está com a estrutura em frente à Prefeitura), Granja Viana e Caucaia do Alto. Nestes locais haverá a possibilidade de as pessoas se vacinarem de carro ou a pé. A programação será liberada à medida que novas doses forem enviadas.”

Abaixo a tabela de vacinação divulgada pelo Governo do Estado mas que pode sofrer alterações uma vez que já sabemos que ainda não há doses suficientes para o imunizar o público alvo.

Divugação Governo de SP

Leitos terceirizados

Com 34 pessoas internadas com a doença, de acordo com boletim da Secretaria de Saúde divulgado nesta terça-feira (26), a prefeitura respondeu a este blog que não pretende reativar o Hospital e Campanha, desmontado em dezembro de 2020. Os pacientes que precisam de internação são encaminhados para hospitais de referência via CROSS – Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde) para unidades com leitos disponíveis. A prefeitura informou ainda que firmou parceria para a contratação de leitos da rede privada, “caso seja necessário”.

Desde o início da pandemia no início do ano passado, 270 pessoas morreram em Cotia por complicações da doença entre os 7.329 infectados. A boa notícia é que a taxa de recuperação dos doentes é de aproximadamente 90%, 6.785 pessoas se recuperaram.

Onde buscar atendimento

As pessoas que estão com prováveis sintomas da doença devem procurar atendimento na UPA do Atalaia e nos prontos atendimentos de Caucaia do Alto e Parque São George. Segundo a Prefeitura estes locais contam com protocolo especial para esses casos.

– UPA do Atalaia: R. Demétrio Calfat, 300 – Atalaia (atendimento 24 horas)

– Pronto Atendimento de Caucaia do Alto: Av. Roque Celestino Pires, Nº 1020 – Centro – Caucaia

– Pronto Atendimento do Parque São George: Av Denne 111 – Parque São George, Granja Viana

Pandemia em alta: SP registra neste mês o dobro de casos e mortes por COVID-19 em comparação a novembro

O Estado de São Paulo registra até esta terça-feira (26) o dobro de novos casos e mortes pela COVID-19 se comparados aos indicadores de novembro, e um aumento de 15% nas infecções e 11% nos óbitos em relação a todo o mês de dezembro.

Em janeiro já são 252.956 casos e 5.121 mortes. Em todo o mês de dezembro, foram 220.664 e 4.622, respectivamente. Já em novembro, foram 125.526 casos e 2.784 óbitos.

Em toda a pandemia, já ocorreram 51.838 óbitos e 1.715.253 casos confirmados do novo coronavírus. Entre o total de casos diagnosticados de COVID-19, 1.477.114 pessoas estão recuperadas, sendo que 175.205 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 71% na Grande São Paulo e no Estado. O número de pacientes internados é de 13.106, sendo 7.256 em enfermaria e 5.820 em unidades de terapia intensiva, conforme dados das 10h30 desta terça-feira.

Com esses números em alta, o estado, assim como a cidade de Cotia estão na fase Laranja do Plano São Paulo de combate ao Coronovírus, com restrições ao funcionamento de serviços, comércios, bares e restaurantes. Veja o decreto com as informações, neste link

[NOTA DA EDITORA: Vale lembrar que não há registros de quilombos ou índios em aldeias na cidade de Cotia que estariam entre o público alvo da primeira fase da vacina]

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *