fbpx

Opinião: Alexandre Frota assume o PSDB de Cotia

Repleto de figuras importantes da política da cidade, até então, o partido do Vice-prefeito Almir Rodrigues, de um vereador, e que, inclusive, era presidido pelo ex-deputado estadual Márcio Camargo, irmão do também filiado, ex-prefeito – duas vezes pelo PSDB –  Carlão Camargo. Não se sabe, ao certo, os motivos da intervenção! Mas o fato, é que o diretório foi desbancado pelos órgãos superiores do partido, no dia 09 de abril deste ano – após ter ultrapassado o prazo de mudança de partido pelos filiados com intenção de serem candidatos a caros eletivos – e permaneceu acéfalo até o anúncio feito pelo deputado Federal Alexandre Frota, na manhã de  terça-feira (26) pelo Twitter.

Essa mudança reflete diretamente na política da cidade! O PSDB vinha de quatro mandatos sucessivos no comando da prefeitura de Cotia – dois mandatos do ex-prefeito Quinzinho Pedroso e, como dito, dois mandatos do ex-prefeito Carlão Camargo. Além disso, apoiou e elegeu o atual prefeito Rogério Franco (PSD) e seu vice, pelo partido em questão, além de um vereador. É de nosso conhecimento que o vereador filiou-se ao MDB e o vice-prefeito Almir Rodrigues, filiou-se ao PSD –  mesmo partido do prefeito Rogério Franco.

Pairam dúvidas sobre a maneira em que se deu essas mudanças, e os seus reflexos sobre a política da cidade. Por coerência, o PSDB teria o direito de pleitear a candidatura a vice-prefeito? Teria a intenção de lançar candidatura própria? Quem seria o candidato?  Neste aspecto, o Deputado Alexandre Frota, em meados de outubro de 2019, já havia utilizado sua conta no Twitter para anunciar uma possível candidatura à prefeitura de Cotia. O vice-prefeito Almir Rodrigues teria se filiado ao outro partido político a tempo de seguir elegível? O esvaziamento do partido motivou a derrocada do antigo diretório, ou pressentido a mudança, os interessados pularam fora?

Como dito, as causas dessa mudança brusca, são desconhecidas, mas podemos sugerir a hipótese de tratar-se de acordo prévio sobre a ida do Deputado Federal para o PSDB, cujo acordo, pode ter incluído o comando do Diretório de Cotia, como condição para sua filiação! Mas com qual interesse real?  Há de convir, que houve, do ponto de vista político-partidário, uma mudança significativa de paradigmas. Ainda que consideremos a hipótese de continuidade do apoio político do PSDB ao projeto em curso, há de convir que o comando fático do partido mudou, e que, em razão disso, muitas novidades podem surgir na política cotiana.

Colaborou: Fiori Cardilli Modanezzi

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *