fbpx

Cotia: Saúde alerta sobre cuidados com doenças de transmissão respiratória

Em 2019, Cotia registrou quatro óbitos relacionados a doenças virais que poderiam ter sido evitadas

 Em tempos de mundo sobre alerta por conta Coronavirus, o novo vírus que já matou quase 200 pessoas na China e se espalha sem controle em outros países e com 9 suspeitas o Brasil, e a ameaça da volta do vírus Sabiá, identificado em Cotia no início da década de 90, a  Secretaria de Saúde de Cotia, por meio da Vigilância Epidemiológica (VE), alerta a população sobre cuidados com doenças de transmissão respiratória, como gripes, tuberculose, sarampo, entre outras.

De acordo com nota emitida pela Secretaria de Saúde, um levantamento feito junto ao Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) mostra que, em 2019, quatro pessoas foram a óbito na cidade em decorrência de doenças de transmissão respiratória: três em decorrência de Influenza e uma por tuberculose.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica (VE), este tipo de doença tem fácil propagação, especialmente pela falta de cuidados simples que devem ser incorporados à rotina das pessoas. “Lavar as mãos várias vezes ao dia, usar álcool em gel, manter os ambientes arejados, evitar locais com aglomerações quando apresentar sintomas de doenças, proteger tosse e espirro com lenço, ou, na falta dele, com as mãos e lavá-las na sequência, estão entre as medidas protetivas de prevenção”, disse Silvana Silva, coordenadora da (VE).

Ela alertou ainda, que é importante procurar o serviço de saúde sempre que apresentar sintomas como tosse permanente, febre, dores no corpo, dificuldade para respirar, manchas na pele, entre outros. “Por sorte, a maior parte das doenças são sintomáticas e isso ajuda a identifica-la, por isso, é importante todos estarem atentos aos sintomas e procurarem ajuda, pois, dependendo da doença, esta pessoa precisará de isolamento”, alertou Silvana. A coordenadora reforçou ainda que é importante evitar locais onde sabidamente haja circulação de vírus.

De janeiro a dezembro de 2019, o serviço de saúde de Cotia recebeu 44 notificações de Influenza, seis casos se confirmaram, destes, três pacientes não resistiram. Em relação à tuberculose, a cidade teve 82 notificações de casos suspeitos, 100% das suspeitas se confirmaram e uma pessoa morreu. Apesar do grande número de notificações e confirmações de sarampo, 602 e 133, respectivamente, a cidade não teve mortes em decorrência desta doença.

“Os números mostram que temos que estar sempre atentos, pois a proporção de confirmação em relação às suspeitas é grande. Nossa rede de saúde conta com profissionais preparados para acolher, realizar os procedimentos, diagnosticar e tratar estas doenças, mas é fundamental que a população mantenha a vacinação em ordem e tome as medidas protetivas de prevenção”, salientou Silvana.

Coronavirus

O anúncio do vírus misterioso na China vem preocupando a população mundial. Em meados de janeiro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou um plano para preparar os hospitais do mundo todo para tentar conter o avanço do novo vírus. Autoridades chinesas anunciaram que as mortes foram provocadas por nova variante do coronavírus. Há o temor de que a doença se torne uma epidemia mundial.

Entenda:

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *